Filhos do Éden: Anjos da Morte

O Brasil estava precisando de um escritor pop, e eu acho que Eduardo Spohr pode ser esse cara. Num país onde muitos novos escritores querem mimetizar Machado de Assis ou Graciliano Ramos, é bom descobrir alguém que escreve para entreter; um brasileiro que consegue roubar um pedacinho das prateleiras de best-sellers dos escritores internacionais. No livro Filhos do Éden: Anjos da Morte, somos apresentados à mais uma parte da história da guerra civil celeste que ocorre nos planos superiores, onde anjos que se dividem entre várias castas  lutam entre si para decidir o futuro da humanidade. Além dos anjos, também conhecemos várias outras criaturas fantásticas, tanto boas como más, como demônios, fantasmas e seres planares que de vez enquanto se manifestam no 'nosso mundo'. Anjos da Morte é o segundo livro da série Filhos do Éden, que ainda deve ter pelo menos mais um lançado (sinceramente espero que sejam mais), e retrata principalmente a participação de Danyel, um anjo da cast

Modelo padrão para campanha eleitoral na TV

Tenho quase certeza que na minha cidade todos os canditados a vereador contrataram a mesma empresa para fazer seus jingles, e os caras, na maior cara de pau, resolveram fazer os jingles da forma mais idiota o possível, porque não existe outra explicação possível para releituras tão absurdas de I Want Break Fre, Lady Gaga e aquela música das empreguetes. Acredito que por mais vira-lata que seja o canditado é importante manter um nível mínimo de qualidade no material de campanha. Para ajudar esses políticos segue abaixo um modelo padrão do que deve ser um comercial de TV. É só seguir o template que vai ficar ótimo.

"Ai se eu te pego" tocado por uma orquestra

André Rieu é um verdadeiro pop-star da música clássica e supreendeu recentemente em um de seus concertos em São Paulo no Ginásio do Ibirapuera. Vejam o vídeo abaixo: Para quem não sabe, "Ai seu eu te pego" é um dos hits mais ouvidos na Europa. Talvez esse pessoal no palco nem saibam o que estão cantando, mas com certeza conhecem a letra de trás para frente. Pessoalmente preferi bem mais essa versão do que a do Michel Teló. Mais videos no canal do André Rieu no Youtube .

Um vídeo incrível que parece feito com computação gráfica [mas não é]

Olhando o vídeo abaixo até parece que ele foi feito em computação gráfica, mas na verdade o vídeo foi todo feito em real-time (sem nenhuma pós produção com computadores), usando apenas câmeras, projetores, algumas pessoas com roupas especiais movendo os objetos e um Play Station Move. Só faltou uma versão em HD.

Crianças podem ter senso crítico

Um dos maiores erros dos adultos é tratar todas as crianças como se fossem incapazes de decidir qualquer coisa por si próprios. No vídeo abaixo, que encontrei no Psicologia em Desfoco , vemos uma menina de 4 anos chamada Riley Maida questionando a padronização usada pela indústria de brinquedos em seus produtos. Entendo que o objetivo da padronização é atingir o maior público para garantir o maior lucro possível, mas essa padronização extrapola a esfera comercial e se transpõe para a esfera psicológica. O padrão que a industria adota acaba sendo adotado também como um padrão rigido de comportamento social onde meninos podem gostar apenas de "brinquedos de meninos" e meninas só podem gostar de "brinquedos de meninas". O mais legal do vídeo é ver uma criança argumentando contra esses padrões; uma criança que percebe que meninas podem gostar de princesas mas também podem gostar de super heróis.

Festim dos Corvos já está em pré-venda.

Não pude conter um certa euforia quando recebi um e-mail do Submarino informando que Festim dos Corvos, o 4º livro da Saga As Crônicas de Gelo e Fogo já estava disponível para pré-venda traduzido para a nossa bela língua portuguesa. Senhor dos Anéis deixou de ser meu universo fantástico favorito depois de conhecer essa saga escrita por George R. R. Martin. O livro já está em pré-venda na Saraiva e no Submarino (e em outras livrarias provavelmente) com entrega programada para o inicio de Fevereiro. Eu já comprei o meu e não vejo a hora de abrir esse livro e começar a ler.

Sementes no gelo - André Vianco

"– Um escritor brasileiro que escreve terror ambientado no Brasil?" – Foi o que me perguntei, meio incrédulo, na primeira vez que ouvi falar de André Vianco . Minhas referências de literatura de terror sempre forma os grandes gênios Sthephen King e H.P. Lovecraft, por isso talvez tenha ficado desconfiado quando soube desse tal André Vianco. Talvez algum tempo atrás nem me daria ao trabalho de ler resenhas dos livros de um autor como ele, mas recentemente decidi a dar mais atenção aos escritores nacionais . André Vianco não é um gênio no seu livro Sementes no gelo, mas isso não é um pecado, é antes de tudo uma característica de um escritor que ainda está desenvolvendo seu estilo e sua capacidade de escrever histórias. Sementes no gelo foi um dos primeiros livros do André e, talvez por isso, tem um ar meio experimental, como se ele quisesse escrever terror mas estivesse com um pouco de medo de errar. Este foi o primeiro livro que li do autor e gostei bastante; li-o em apenas t